5 Maiores Erros do Locador
Étic Imóveis

Locador, você sabe quais são os 5 erros mais comuns ?

Iremos aqui explicar a você quais são os 5 erros mais comuns cometidos pelo locador e que resultam em uma tremenda dor de cabeça.

Primeiramente vamos explicar algumas perguntas básicas:

Quem é o Locador ?

Locador é a pessoa, dona de um imóvel ou seu representante legal, que disponibiliza o seu bem (seja apartamento, casa, imóvel comercial) para alugar. No momento em que ele faz o contrato de aluguel, ele é representado em contato por ser oo LOCADOR do imóvel. Existe a possibilidade de o LOCADOR ser uma empresa, ou seja, PESSOA JURÍDICA.

O LOCADOR, se for casado, tem a obrigatoriedade de assinar o contrato junto ao seu cônjuge (marido ou esposa), pois ambos são proprietários do imóvel e por lei devem assinar juntos no contrato como LOCADORES.

Locador e Locatário ?

Como dissemos anteriormente o LOCADOR é a pessoa proprietária ou é responsável legal daquele imóvel, já o LOCATÁRIO é a pessoa que ALUGA por um período determinado e faz uso do imóvel pagando uma quantia mensal ao LOCADOR.

O LOCATÁRIO pode ser pessoa física ou jurídica e também pode alugar imóveis comerciais ou residencial, porém é importante ressaltar que cada um existem leis e tipos de contratos diferentes.

Respondidas as perguntas habituais, vamos ao que interessa !

5 Maiores erros do Locador

Erro nº 1: DEPÓSITO CAUÇÃO

Um erro comum do Locador é deixar o valor da Garantia do imóvel como recurso financeiro próprio, ou seja, soma a quantia recebida como garantia pelo INQUILINO como um dinheiro a mais na conta em caso de emergência.

O depósito caução serve para cobrir eventuais despesas com o imóvel do locador, seja atraso no pagamento do aluguel, reparação por algum dano causado pelo inquilino ao imóvel, entre outros imprevistos que podem acontecer no decorrer do aluguel.

Muitos deixam o valor de 3 alugueis recebidos na conta poupança e fazem utilização dele, sem programar-se para devolvê-lo ao fim do contrato, quando deveriam deixar o valor rendendo na poupança sem mexer no mesmo.

Além de poder ser um grande problema financeiro, isto pode acarretar um grande problema na hora da devolução dos valores ao inquilino.

Lembrando que estes valores são corrigidos pelo índice da poupança, sendo assim é importante que você separe este valor e utilize apenas em caso de emergência do imóvel.

Erro nº 2: CAPITALIZAÇÃO

VALOR MÍNIMO PARA ASSESSORIA JURÍDICA

Muitos locadores acreditam que a capitalização conta com assistência jurídica em caso de falta de pagamento e isto está correto.

Porém, o que poucos locadores sabem é que o valor mínimo para existência da assessoria jurídica das seguradoras é de R$ 6 mil o valor aportado no início do contrato ou 6x o valor do aluguel.

Caso seja menor, não há esta possibilidade de assistência.


Erro nº 3: GARANTIA APENAS COM O VALOR DO ALUGUEL

Outro erro comum é não assegurar o valor dos custos fixos como condomínio e IPTU ao acordar o valor a ser dado como garantia no aluguel.

É comum na locação direta os proprietários calcularem apenas o valor do aluguel, desconsiderando outros custos fixos que estão embutidos na locação.

Se o inquilino passar por problemas financeiros durante o aluguel e não puder cumprir com os pagamentos, o proprietário já não estará mais “coberto” pelos meses acordados. Isso porque os custos fixos de CONDOMÍNIO e IPTU deverão ser pagos mensalmente e muito provavelmente pelo LOCADOR até que a situação seja normalizada por quem está locando.

Uma vez que ocorre um atraso no pagamento, estes custos ficam a encargo do LOCADOR, então é importante que esteja junto do pacote para eventual pagamento com multa, juros e correção, caso ocorra atraso.

Erro nº 4: NÃO EXIGIR SEGURO INCÊNDIO

Segundo a Lei do Inquilinato, lei que rege as locações, é obrigação do Proprietário fazer o seguro contra incêndio para proteger seu patrimônio caso haja algum acidente envolvendo fogo no imóvel.

Porém, se estipulado em contrato, é possível transferir esta obrigatoriedade ao Inquilino, desde que seja acordado entre as partes.

Caso não o faça você, locador, quem deve pagar este seguro.

É de extrema importância que o seguro seja feito pois ,uma vez que algum acidente aconteça, você estará resguardado de altas perdas em um eventual incêndio. Isso pode acontecer no apartamento de baixo ou até mesmo no prédio, porisso não menospreze o tão importante SEGURO INCÊNDIO.


Erro nº 5: VISTORIA INCOMPLETA

Talvez uma das partes mais importantes do aluguel e que gere mais conflitos ao fim do contrato.

É super importante elaborar um contrato de aluguel bem trabalhado, porém o que muitos LOCADORES negligenciam é o fato de que, tão importante quando o contrato, é ter um LAUDO DE VISTORIA completo e detalhado.

Este laudo vai determinar se o imóvel foi entregue da mesma forma que foi recebido ao início da LOCAÇÃO.

Mesmo que você se utilize dos mais seguros meios de garantia, isso não significa que você pode abrir mão de uma boa vistoria.

Todo e qualquer recurso que será pedido e utilizado como comparativo de “Antes” da entrega do imóvel e “Depois” será baseado no que constar no laudo de vistoria.

Por isto, atente-se a este importantíssimo detalhe. De nada vale bom seguro se não houver uma boa vistoria!

Tem alguma dúvida à respeito de aluguel ? Clique na imagem abaixo !



 

Étic Imóveis

Este artigo foi produzido pela Étic Imóveis. Gostou? Compartilhe suas sugestões e dicas, nossos consultores vão adorar conversar com você. Deixe seu comentário abaixo!

Dia da Família – Melhores Projetos para você
04 dez
Quero Alugar Quero Comprar

Dia da Família – Melhores Projetos para você

Em comemoração ao Dia da Família,  preparamos um post bem legal com diversas opções de Empreedimentos para curtir com a […]

leia mais
Comgas Segunda Via – Passo a Passo Atualizado Outubro 2019!
09 out
Quero Alugar

Comgas Segunda Via – Passo a Passo Atualizado Outubro 2019!

Você, novo inquilino ou proprietário, está entrando ou saindo de um imóvel e provavelmente tem uma dúvida em comum a […]

leia mais